Apenas cinco de mais de mil ossadas da Vala de Perus foram identificadas até hoje

A descoberta de uma vala com corpos de opositores do regime militar aconteceu há 30 anos, a partir da investigação do repórter Caco Barcellos, que estava escrevendo o livro ‘Rota 66’. O jornalista e autor do livro ‘Vala de Perus: uma biografia’, Camilo Vannuchi relembra o caso, classificado como ‘um dos episódios mais tristes da truculência da ditadura militar’. Segundo ele, as análises devem avançar agora que as 1.049 ossadas estão cadastradas pela Unifesp.

Related Articles