Tribunal de Contas do DF decide investigar parceria entre BRB e Flamengo | flamengo

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) decidiu investigar a parceria máster entre Flamengo e Banco de Brasília – BRB, anunciada em 19 de junho com valor mínimo de R$ 32 milhões por ano. A Corte apura suspeita de violação dos princípios constitucionais da administração pública, já que o banco tem como principal acionista o Governo do Distrito Federal.

Nesta segunda, o BRB informou ao ge que recebeu o primeiro pedido de prestação de esclarecimentos quanto à parceria. No início de julho, o Ministério Público de Contas do DF (MPC-DF) pediu que a parceria fosse investigada. O MPC afirma ter recebido denúncias anônimas de possível “violação ao princípio da impessoalidade, da isonomia e, também, do interesse público” no acordo entre o banco e o clube carioca.

Entre os argumentos do documento encaminhado ao TCDF, está a relação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, com o Flamengo. Assumidamente rubro-negro, Ibaneis já foi, inclusive, chefe de delegação do clube durante uma das partidas fora de casa na campanha do título da Libertadores do ano passado. A reportagem procurou a assessoria de imprensa do governador, que informou que Ibaneis não irá se manifestar sobre o caso.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) decidiu investigar a parceria máster entre Flamengo e Banco de Brasília – BRB, anunciada em 19 de junho com valor mínimo de R$ 32 milhões por ano. A Corte apura suspeita de violação dos princípios constitucionais da administração pública, já que o banco tem como principal acionista o Governo do Distrito Federal.

Nesta segunda, o BRB informou ao ge que recebeu o primeiro pedido de prestação de esclarecimentos quanto à parceria. No início de julho, o Ministério Público de Contas do DF (MPC-DF) pediu que a parceria fosse investigada. O MPC afirma ter recebido denúncias anônimas de possível “violação ao princípio da impessoalidade, da isonomia e, também, do interesse público” no acordo entre o banco e o clube carioca.

Entre os argumentos do documento encaminhado ao TCDF, está a relação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, com o Flamengo. Assumidamente rubro-negro, Ibaneis já foi, inclusive, chefe de delegação do clube durante uma das partidas fora de casa na campanha do título da Libertadores do ano passado. A reportagem procurou a assessoria de imprensa do governador, que informou que Ibaneis não irá se manifestar sobre o caso.

Related Articles