Marcelo Adnet “paga” flexões à la Bolsonaro e leva laranjal do PSL para o desfile da São Clemente

Vestido de político, em clara alusão a Jair Bolsonaro, Adnet deu o tom crítico na Sapucaí no segundo dia de desfiles das escolas do grupo especial

Cantando que “o vigário de gravata abençoa a mamata” no samba-enredo Conto do Vigário, que escreveu junto com outros compositores para a São Clemente, o ator Marcelo Adnet deu o tom crítico ao segundo dia de desfiles das escolas de samba do grupo especial do Rio de Janeiro.

Vestido de político, em clara alusão a Jair Bolsonaro, Adnet pagou flexões fake e distribuiu laranjas para os foliões na abertura dos desfiles na Sapucaí.

Em cima de um carro alegórico com faixas com as frases “tá ok?”, “a culpa é do Leonardo di Caprio” e “acabou a mamata”, Adnet fez arminha com a mão para o público no enredo que falou sobre as fake news.

“É um enredo que dialoga com o momento atual e tem tudo a ver com o que a gente está vivendo”, disse antes de entrar na avenida.

Related Articles