NOTA OFICIAL PT-DF CONTRA O AUMENTO DAS TARIFAS DE TRANSPORTE DO DISTRITO FEDERAL

A população de Brasília vive grandes dificuldades por conta da política irresponsável do governo Bolsonaro, que fomenta o desemprego e o aumento do custo de vida na capital da República.

O ano de 2019 foi um ano de arrocho salarial, demissões e da reforma da previdência, que prejudica todos os trabalhadores, especialmente os mais pobres. A reforma trabalhista de Temer retirou direitos e a MP 905, que institui a chamada “carteira verde-amarela” vai piorar ainda mais a situação dos que dependem de seu trabalho para sustentar suas famílias. As ruas e cruzamentos do DF espelham essa crise.

Moradores de rua em número cada vez maior e ambulantes tentando vender alguma mercadoria para ter alguma renda.

Para piorar a situação, o Governo Ibaneis anuncia um aumento de 10% na tarifa dos ônibus e metrô do Distrito Federal. O mesmo governo que reduz o IPVA dos veículos particulares, joga a conta para os que só podem se deslocar pelo transporte público.

No governo petista as tarifas eram de R$ 1,50 (Circulação Interna); R$ 2,00 (Ligação Curta) e R$ 3,00 (Ligação Longa e Metrô). O Governo Rollemberg aumentou para: Circulação Interna para R$ 2,50 (+ 66%); a Ligação Curta para R$ 3,50 (+ 75%); e a Ligação Longa e Metrô para R$ 5,00 (+66%).

O Governo Ibaneis, que o povo vem chamando de ENGANEIS, concede reajuste de 10%. Pra muita gente, isso representa menos comida na mesa, pois a pouca renda dos trabalhadores será destinada ao deslocamento.
Para outros, significa ir a pé ou não ir. Lembrando que os que não tem carro dependem do ônibus e do metrô para tudo.
Como se não bastasse essa maldade, eles deram 12% de reajuste na tarifa técnica (subsídio) para a empresa Pioneira e 8% para as demais empresas. Bondade para os empresários, maldade para os cidadãos.

Os mais prejudicados são os trabalhadores da informalidade. Camelôs, diaristas, vendedores ambulantes e os desempregados que vão para a rua à procura de emprego. Os trabalhadores formais têm vale-transporte que reduz o prejuízo.

Importante ressaltar que esse assunto não foi tratado na votação do Orçamento do GDF, votado em dezembro na Câmara Legislativa. Ibaneis escondeu a questão e viajou para Miami, deixando o vice governador para assinar a medida e tentando aproveitar o mês de janeiro e o recesso parlamentar para reduzir a repercussão da crueldade. Ele, que fala ser contra aumento de impostos, impõe ao povo mais carente esse roubo na renda familiar.

O Partido dos Trabalhadores denuncia esse abuso e conclama o povo de Brasília, estudantes, trabalhadores, e toda a população para a mobilização para exigir a revogação da medida e a instalação de uma mesa de negociação sobre a mobilidade urbana, cada vez pior no DF.

Leia e compartilhe!
https://bit.ly/37XPSiP

Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Últimas atividades

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

SCS QD 01 Bloco 1 Ed. Central 6 andar

61 3225-5103

contato@ptdf.org.br