Denúncia: militante do PT é agredida durante ato no STF

Nesta quarta-feira (23), uma filiada ao Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do DF foi agredida durante concentração do ato semanal pela liberdade de Lula em frente ao STF.

Segundo os relatos da vítima MJ*, ela e outro companheiro tinham acabado de fixar uma faixa quando uma mulher estacionou o carro em frente a viaturas da Polícia Militar, desceu deixando a porta do motorista aberta e se dirigiu à faixa para jogar tinta. Quando MJ pediu a autora que parasse, a mesma a atacou jogando a substância em seu rosto e a agredindo em seguida.

Foram necessários dois policiais para conter a agressora que, em momento nenhum, foi cobrada por sua atitude e impedida de sair do local. O capitão Montezuma, que presenciou a agressão, afirmou que não foi cometido crime, não prestou socorro e nem se disponibilizou a acompanhar a vítima até à delegacia.

Foi registrado boletim de ocorrência na 5ª Delegacia de Polícia e o exame de corpo e delito feito no IML que atestou a agressão. A deputada federal Erika Kokay, presidenta do PT DF, solicitou as imagens externas da Câmara para avaliar quais outras medidas poderão ser tomadas.

A direção do PT DF repudia a agressão à sua filiada e denuncia a omissão da Polícia Militar neste caso. O direito à manifestação política é constitucional e precisa ser garantido pelas forças de segurança pública do Governo do Distrito Federal.

Brasília, 25 de outubro de 2019

Executiva Regional do PT DF

Secretaria de Mulheres do PT DF 

Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Últimas atividades

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

SCS QD 01 Bloco 1 Ed. Central 6 andar

61 3225-5103

contato@ptdf.org.br