Por iniciativa petista, Conselho de Cultura volta a ter participação popular

Parecer da deputada Maria do Rosário (PT-RS), que ainda será apreciado na CCJ, derruba decreto de Jair Bolsonaro que pretendia extinguir presença da sociedade civil no CNPC

A Comissão de Cultura da Câmara aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (14), o parecer da deputada  Maria do Rosário (PT-RS) ao Projeto de Decreto Legislativo (PDL 451/2019) de autoria da deputada  Benedita da Silva (PT-RJ), que também preside a Comissão.

A proposta derruba o Decreto 9.891/2019, editado pelo governo de Jair Bolsonaro e restabelece a presença da sociedade civil no Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC).

“O Decreto do governo modifica a composição e o funcionamento do CNPC. No entendimento do PDL 451/2019, o Executivo extrapola as suas funções ao desrespeitar o Artigo 216-A da Constituição Federal, que estrutura o Sistema Nacional de Cultura e organiza a política pública da cultura, além de modificar o caráter do conselho, de deliberativo para simplesmente consultivo, e não cumprir os procedimentos necessários para a transformação de seu caráter institucional”, diz o relatório aprovado.

O texto ainda critica a nova composição do CNPC idealizada por Bolsonaro. “Apesar do aparente equilíbrio, desrespeita nitidamente o princípio da paridade, além de excluir diversas representações sociais importantes”, critica Maria do Rosário.

“Apenas a possibilidade de indicar monocraticamente uma “personalidade de notório saber” já garante maioria absoluta para o governo; ademais, nada impede que dos conselhos estaduais, distritais e municipais os representantes também possam ser agentes governamentais”, alerta a deputada.

O documento repudia também a forma como a mudança foi executada pelo governo e suas consequências. E cita ainda, que o Brasil, ao longo dos anos, se tornou referência no mundo cultural, por construir “uma das mais democráticas e avançadas políticas culturais do mundo, conjugando a representatividade de todas as dimensões da cultura”.

Além da deputada Benedita da Silva, o PDL 451/2019 é subscrito pelas deputadas Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Áurea Carolina (PSOL-MG).

Tramitação

A proposta segue para apreciação na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

Por PT na Câmara

Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Últimas atividades

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

SCS QD 01 Bloco 1 Ed. Central 6 andar

61 3225-5103

contato@ptdf.org.br