Movimento ambientalista expõe legado de Chico Mendes no Museu Nacional

O Museu Nacional da República inaugurou nesta quarta-feira (7) a exposição “Chico Mendes, herói do Brasil” composta por fotos, mapas, utensílios usados pelos povos extrativistas da floresta e vídeos que retratam a vida, a trajetória e os ideais do ambientalista.

Nascido em 1944, no seringal Porto Rico, em Xapuri, estado do Acre, Francisco Alves Mendes Filho dedicou sua vida à defesa da floresta amazônica e dos povos que dela dependem. Além de seringueiro ambientalista, foi também sindicalista e ativista político. Foi um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), junto com Luís Inácio Lula da Silva. Como liderança sindical dos Trabalhadores Rurais do Acre, ajudou a fundar também a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Chico Mendes foi assassinado em 1988 a mando de fazendeiros contrariados com sua atuação em defesa dos povos da floresta e pela preservação ambiental. Entre seus legados estão as reservas extrativistas, que representam a primeira iniciativa de conciliação entre proteção do meio ambiente e desenvolvimento econômico e social.

Em um dos vídeos da mostra, o ex-presidente Lula se emociona ao falar do amigo: “É em memória de todos os companheiros e companheiras que, como o Chico, tombaram em defesa da terra, da floresta e da vida, que seguimos lutando. Como brasileiro, celebro Chico Mendes, herói do Brasil”.

Organizada pela revista Xapuri, a mostra é uma realização do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro/DF) e do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais de Xapuri (STTR-Xapuri), em parceria com o Conselho Nacional das Populações Extrativistas, com o Memorial Chico Mendes, com a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), com a Cooperação Alemã (GIZ) e outras organizações.

A abertura da exposição contou com a presença do líder seringueiro Raimundo Mendes de Barros (primo de Chico), da ambientalista Angela Mendes (filha de Chico), do presidente do Conselho Nacional das Populações Extrativistas, Joaquim Belo, da presidenta do Sinpro/DF, Rosilene Corrêa, da antropóloga Mary Allegretti e da atriz Lucélia Santos.

Para a secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento do PT-DF, Iolanda Rocha, que participou do lançamento da mostra, “o Brasil precisa conhecer e se orgulhar dessa belíssima história de dedicação e lutas de Chico Mendes. Passaram-se 30 anos e ele continua vivo nos nossos corações e nos dando esperança para continuar a luta. Chico Mendes foi uma semente plantada no coração da Amazônia e floresce a cada dia, nas pessoas que lutam e acreditam em um mundo melhor”.

Depois da temporada em Brasília, que vai até 9 de dezembro, com visitação gratuita, a exposição “Chico Mendes, herói do Brasil” segue para Xapuri, no Acre.

 

Fotos: Aldimar Nunes

Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Últimas atividades

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

SCS QD 01 Bloco 1 Ed. Central 6 andar

61 3225-5103

contato@ptdf.org.br