Nota pública do PT DF: Não aceitaremos o fascismo.

Nota pública do PT DF: Não aceitaremos o fascismo.

– Domingo, 25 de março, cinco jovens entre 16 e 20 anos foram assassinados em Maricá/RJ. Os cinco jovens eram militantes do PC do B e participavam de um projeto social e cultural para crianças de 8 a 10 anos no condomínio Carlos Marighela do Minha Casa Minha Vida, onde viviam.
– Terça-feira, 27 de março, foi registrada representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados de autoria do deputado federal Laerte Bessa (PR-DF) para cassar o mandato da também deputada federal e presidenta do PT DF Erika Kokay. Mais duas representações contra os deputados federais Jean Wyllys e Ivan Valente, ambos do PSol, foram registradas também pelo PR. As três representações têm em comum a tentativa de censurar e silenciar as opiniões dos três deputados em questão.
– Terça-feira, 27 de março, no início da noite dois ônibus da caravana do #LulaPeloSul tiveram seus pneus furados por pregos colocados na pista de Laranjeiras do Sul, Paraná. Em seguida, foram alvejados por tiros que furaram a lataria dos ônibus que transportavam militantes e trabalhadores do PT. O alvo, sem dúvida, era o Lula, ex-presidente e pré-candidato a presidência do país.
– Ainda na noite desta terça, duas companheiras militantes do Comitê em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato do PT Paranoá/DF foram abordadas não por acaso e ameaçadas por PMs quando estavam colando cartazes na Avenida Transversal, lado par. Os PMs ameaçaram detê-las por crime ambiental, sem qualquer base legal. Outra equipe que realizava o mesmo trabalho no Paranoá Parque foi ameaçada por um apoiador do Bolsonaro, sob o risco de também ficarem na mira de uma arma de fogo.
Fascistas não passarão!
O PT DF vem a público denunciar a escalada fascista que se iniciou no golpe jurídico, midiático, parlamentar, machista e misógino de 2016 contra a democracia que tirou do poder a presidenta eleita pelos brasileiros, Dilma Rousseff e tem se aprofundado com a perseguição ao presidente Lula, à esquerda e aos trabalhadores e trabalhadoras, através da censura descarada, de ataques terroristas incentivados pela classe política da direita essencialmente golpista, elitista e coronelista e da intervenção militar promovida pelo estado atualmente governado por essa mesma classe política.
Os fatos citados têm em comum a cultura autoritária, anti-democrática e fascista que alguns políticos e juízes insistem em perpetuar nas instituições do nosso país e contam com o apoio e financiamento do mercado, da mídia e do estado capitalista neoliberal.
Na Câmara dos Deputados, o PR de Valdemar Costa Neto e de Laerte Bessa (eleito com apenas 32 mil votos), se acham no direito de atentar contra a liberdade de expressão da deputada Erika Kokay (eleita com 93 mil votos) e dos deputados Jean Wyllys e Ivan Valente. Os pedidos de cassação atacam principalmente a Constituição que assegura no artigo 53 a inviolabilidade, civil e penal, de deputados e senadores por suas opiniões, palavras e votos.
Ao mesmo tempo, em que presta irrestrita solidariedade aos familiares e amigos dos cinco jovens vítimas da chacina em Maricá/RJ, à companheira Erika Kokay, aos companheiros Jean Wyllys, Ivan Valente, ao presidente Lula, juntamente com toda a comitiva que integra a caravana pelo Sul e às companheiras e companheiros do PT Paranoá, o PT DF exige publicamente, que o governo golpista de Michel Temer (MDB), do governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB DF) e dos governos dos estado do Rio de Janeiro e do Paraná promovam segurança pública para garantir os direitos democráticos claramente em risco pela escalada fascista que toma de assalto o país nesse momento.
Ainda indignados com a morte da vereadora Marielle e do motorista Anderson, tendo em vista o julgamento do Habeas Corpus do Lula no STF previsto para a próxima semana e impulsionados pelos últimos acontecimentos, os militantes do PT DF são conclamados a se manter vigilantes para defender a democracia, a liberdade e o direito de Lula ser candidato. Só eleições livres podem restaurar a democracia e garantir os direitos humanos, civis e sociais dos brasileiros e brasileiras.
“Os cães ladram, mas a caravana passa!”
Executiva do Partido dos Trabalhadores DF

Related Articles

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Últimas atividades

Categorias

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do DF

W3 Sul - CRS 505 Bloco A loja 28

61 3225-5103

contato@ptdf.org.br