Resolução da Comissão Executiva do Partido dos Trabalhadores do DF – Novembro/2014

RESOLUÇÃO DA COMISSÃO EXECUTIVA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES-DF

O PT/DF inicia seu debate de avaliação sobre as eleições de 2014 e o novo quadro político que emergiu no Brasil e no DF.

O objetivo da direção partidária será o de assegurar um processo de discussão democrático, aberto, plural e militante. A Comissão Executiva Regional convida as instâncias partidárias (núcleos de base, setoriais, direções zonais, bancada parlamentar); as tendências organizadas, as correntes de opinião e a militância em geral para se engajar nesse processo de reflexão; de organização e de ação do PT no próximo período.

Neste sentido, a Comissão Executiva Regional apresenta ao conjunto do partido um calendário de debates e uma sugestão de fóruns para que possamos processar toda a nossa discussão de balanço das eleições, do nosso governo e os desafios para o próximo período.

Em nível nacional reelegemos a presidenta Dilma e conseguimos ver vitorioso o nosso projeto de continuar as conquistas iniciadas com o presidente Lula. Ao mesmo tempo, cresce o movimento conservador e de direita que procura atacar os projetos de transformação social do governo liderado pelo PT.

No Distrito Federal as alternativas de oposição ao projeto nacional de reeleição da presidenta Dilma e do governador Agnelo PT venceu no primeiro e no segundo turno. Sofremos ao longo das eleições de 2014 uma dura derrota eleitoral e também política. O quadro político exige do PT/DF redobrada responsabilidade. Entender as razões desses resultados e indicar de forma correta quais foram os erros é uma importante tarefa neste momento.

 O PT/DF avalia que o processo de transição governamental deve ocorrer dentro da normalidade institucional. Vamos entregar uma cidade melhor do que recebemos há quatro anos: com um conjunto de políticas públicas em andamento, fora das páginas policiais, livre de qualquer ameaça de intervenção e organizada administrativamente.

O Partido dos Trabalhadores deve ter a sensibilidade na defesa da sociedade, na fiscalização do executivo e na proposição de políticas públicas.

Tendo em vista as constatações iniciais, a Comissão Executiva Regional do PT decide que:

  1. O PT continuará defendendo as realizações positivas e o legado do atual governo do Distrito Federal.

  2. O PT será oposição ao governo eleito e cobrará e fiscalizará todos os compromissos de campanha, em respeito à decisão dos eleitores brasilienses. E se manterá fora de qualquer participação administrativa ou política na futura gestão do GDF;

  3. O PT dialogará com os movimentos sociais, com a sociedade brasiliense e com as forças políticas progressistas sobre os projetos que forem benéficos para a nossa população.

  4. O PT se engajará firmemente na mobilização social para apoiar as iniciativas da Presidenta Dilma e da direção nacional do Partido para a realização de uma profunda reforma política, bem como a democratização da mídia.

  5. O PT realizará entre os meses de janeiro e março de 2015 um processo de balanço político sobre o resultado eleitoral e de elaboração de ações para os próximos anos.

Comissão Executiva Regional PT – 3 de novembro de 2014.

CALENDÁRIO PROPOSTO PELA EXECUTIVA

Novembro e dezembro: reuniões das tendências, núcleos de base e setoriais para produzir documentos de análise e ação;

30 de janeiro – prazo final para entrega de contribuições por escrito;

07de fevereiro – reunião ampliada do Diretório Regional;

09 a 27 de fevereiro – Plenárias Zonais;

28 de fevereiro – Plenária do PT-DF;

14 de março – reunião do Diretório Regional

Related Articles