Deputada Erika Kokay fala sobre a importância de eleger Dilma

Qual a importância do Distrito Federal eleger Dilma?

A reeleição da presidenta Dilma é absolutamente fundamental porque nós vivenciamos, durante o governo FHC, e não queremos vivenciar novamente, um período de retrocesso, de oito anos de desemprego, de desvalorização de salários e de um estado absolutamente precarizado. Nós tivemos, neste período, a terceirização campeando na Esplanada dos Ministérios numa concepção de desrespeito ao conjunto da população brasileira representado, em parte, pelos servidores públicos. Brasília tem servidores importantes, e por isso nós precisamos de politicas públicas de qualidade para este segmento, o que se reflete na candidatura da presidenta Dilma. É fundamental que nós tenhamos um Estado republicado, fortalecido, pare termos um país mais igualitário, e isso envolve a implementação de políticas de qualidade, que somente se constroem com o apoio e participação dos servidores públicos.

O que muda no Distrito Federal caso Aécio seja eleito?

O Brasil inteiro vai entrar em um profundo retrocesso. Em uma lógica de naturalização da fome, da pobreza e de valorização da elite no país. A candidatura adversária representa a elite mais cruel, mais cínica, que mais humilha e agride a população brasileira. Não queremos voltar à etapa da fome, de supervalorização das elites e da subalternização do Brasil aos países do eixo central”.

Que recado você dá para a militância?

A força do partido e das transformações que este pais vivenciou é a força da militância. E penso que ela está respondendo aos desafios que estão dados. Temos a responsabilidade histórica de continuar mudando este país e de evitar que ele tenha um retrocesso profundo nessas eleições. E a militância tem povoado o Distrito Federal. A militância tem ido às ruas, agitado as bandeiras e tem tido consciência do desafio e da responsabilidade histórica que temos em nossas mãos. Nessas eleições vamos votar lembrando brasileiros como Zumbi dos Palmares, Paulo freire, Margarida Alves e todos aqueles que lutaram por um país mais justo.

Vamos carregar tudo isso no próximo domingo (26), assim como a responsabilidade pelo futuro das pessoas que ainda não chegaram a este mundo, que ainda não nasceram neste país. Nós temos uma responsabilidade histórica e acredito que a militância dará conta do recado, porque elegeu e reelegeu Lula, o primeiro presidente operário deste país, e elegeu Dilma, a primeira  mulher a ocupar o cargo de Presidenta da República. Portanto, eu acredito que nós vamos deixar a marca da igualdade, da liberdade e da fraternidade neste processo eleitoral.

Related Articles